2º Ciclo pré-bolonha

2º Ciclo pré-bolonha

Ingresso no 2.º Ciclo do Mestrado Integrado em Medicina Veterinária

Condições
Podem candidatar-se ao 2.º ciclo do Mestrado Integrado em Medicina Veterinária os:
I- Titulares do grau de licenciado em Medicina Veterinária (pré-Bolonha);
II- Titulares do 1º ciclo (grau de licenciado) dos mestrados em Medicina Veterinária de instituições de ensino superior nacionais ou da União Europeia que se encontrem no sistema de organização definido pelo Processo de Bolonha;
III- Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Cientifico da Faculdade de Medicina Veterinária;

Critérios de Seleção
I- Titulares do grau de licenciado em Medicina Veterinária (pré-Bolonha):
a) Apreciação do Curriculum Vitae pelo Conselho Cientifico da FMV-ULisboa, como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos;
II- Titulares do 1º ciclo (grau de licenciado) dos mestrados em Medicina Veterinária de instituições de ensino superior nacionais ou da União Europeia que se encontrem no sistema de organização definido pelo Processo de Bolonha e os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Cientifico da Faculdade de Medicina Veterinária:
a) No caso de estudantes provenientes de Instituição de Ensino Superior nacional, tenham realizado os exames nacionais do ensino secundário correspondentes às provas de ingresso fixadas para o nosso curso, para este ano, e nelas terem obtido a classificação mínima exigida;
Ver Provas de Ingresso - Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior
b) No caso de estudantes provenientes de Instituição de Ensino Superior estrangeiro, terem obtido no país de origem aprovação em provas de ingresso em curso definido como superior pela legislação do país em causa, equivalentes às disciplinas de Biologia e Química, ou na sua ausência, terem obtido aprovação nas disciplinas do ensino secundário que integrem as matérias de Biologia e Química (os estudantes provenientes de Instituição de Ensino Superior estrangeiro, devem fazer prova de domínio da escrita e da oralidade da Língua Portuguesa através de diploma reconhecido oficialmente;