Unidades Curriculares Isoladas

A oferta formativa através da frequência de unidades curriculares isoladas possibilita o aprofundamento e atualização de conhecimentos, bem como a concretização de uma formação multidisciplinar. A frequência de unidades curriculares isoladas visa também alargar a oferta formativa da ULisboa a novos públicos, em áreas ou temas da sua competência, permitindo ainda potenciar as valências formativas da ULisboa no domínio da formação ao longo da vida.

Requisitos

Podem candidatar-se à frequência de unidades curriculares isoladas da FMV-ULisboa:

  • Estudantes de qualquer Escola da ULisboa, ou de um ciclo de estudos funcionando na dependência direta da reitoria, inscritos em ciclos de estudos distintos do ciclo ao qual pertence essa unidade curricular;
  • Estudantes de qualquer Escola da ULisboa, ou de um ciclo de estudos funcionando na dependência direta da reitoria, inscritos num ciclo de estudos ao qual pertence essa unidade curricular como opcional, que a pretendam realizar para além das requeridas para a conclusão do correspondente Plano de Estudos;
  • Estudantes externos à ULisboa, inscritos em ciclos de estudos de outra instituição de ensino superior;
  • Outros interessados, sem qualquer vínculo a instituições de ensino superior, desde que maiores de 16 anos.

Através deste regime não são admitidas candidaturas a unidades curriculares dissertação/relatório de estágio/trabalho de projeto/seminário de tese/tese ou outras unidades curriculares da mesma natureza.

Requisitos de admissão e de frequência
  • Em cada ano letivo, o número máximo de unidades curriculares isoladas a que um candidato se pode inscrever não poderá ultrapassar o total de 30 ECTS;
  • Sempre que a inscrição seja feita em regime sujeito a avaliação, cada estudante pode inscrever-se a um número máximo de 60 ECTS acumulados, ao longo do seu percurso académico;
  • A inscrição está dependente da disponibilidade de vagas em cada unidade curricular e de requisitos de formação prévia considerados indispensáveis para a compreensão mínima dos conhecimentos e aquisição das competências das unidades curriculares da FMV-ULisboa;
  • No caso do número de candidatos exceder o número de vagas serão aplicados critérios de seriação definidos pela FMV-ULisboa;
  • A inscrição em unidades curriculares isoladas não está sujeita ao regime de precedências definido para o estudante em regime geral;
  • O estudante que frequente apenas unidades curriculares isoladas não é elegível para os programas de mobilidade.

 

A candidatura a unidades curriculares isoladas deve ser efetuada nos períodos estipulados no calendário académico, para cada semestre letivo.
regulamento

Despacho n.º 1323/2020, de 29 de janeiro